Dexys Midnight Runners – Searching For The Young Soul Rebels

Dexys Midnight Runners é uma banda inglesa de New Wave/Soul formada em 1978. Chegaram a lançar 3 álbuns na década de 80 antes de seu término em 1986. Em 2003 o grupo se reuniu novamente para turnês e especulações que nunca se concretizam sobre um novo material de estúdio.

A banda sempre teve um problema de instabilidade, o vocalista Kevin Rowland não é dos mais amigáveis e das desavenças de membros com o mesmo fazem com que a formação da banda viva em constante mudança.

Searching For The Youg Soul Rebels foi o primeiro álbum da banda, logo depois do lançamentos dos singles Dance Stance e Geno (Chegou a liderar as paradas britânicas), ambas músicas que estão presentes no álbum em análise.

O álbum mostra uma ida contra todas as tendências da época, logo após o estouro do Punk Rock pelo mundo o Dexys Midnight Runners lança esse álbum, lotado de instrumentos de sopro e um total desfoque de guitarras, revivendo o Soul que havia sumido das paradas de sucesso pelo mundo. O próprio Rowland já dizia: “we didn’t want to become part of anyone else’s movement. We’d rather be our own movement”.

A banda inclusive possui uma grande preocupação com a imagem, eles não queriam parecer algo aleatório, queriam parecer um projeto, algo organizado, e por isso a banda inteira se vestia com jaquetas e uma espécia de gorro de lã. Mais tarde a banda mudaria o seu visual.

O álbum começa com uma constante troca de estações de rádio, aonde pode ser ouvido músicas como Smoke On The Water do Deep Purple e Holidays In The Sun do Sex Pistols. Até a rádio ser desligada e ouvirmos o comentário “For god’s sake burn it down”. Então o álbum abre com Burn It Down, (antes chamada Dance Stance) que fora o primeiro single da banda.

O álbum possui uma grande quantidade de faixas agitadas, vivas, energéticas e animadas com refrões incríveis, apesar de grande parte deles ser quase impossível de entender exatamente o que está sendo cantado, como Burn It Down, que mostra um pouco da energia do punk da década passada, a letra da música é marcada por constantes citações de famosos escritores irlandeses, como Oscar Wilde. Os instrumentos de sopro ainda ajudam a criar um clima sensacional em faixas como Tell Me When My Light Turns Green, que também é marcada pelos vocais totalmente incomuns de Kevin, lembrando as vezes inclusive o modo de cantar de um vocalista que viria a encantar o mundo poucos anos depois, Robert Smith do The Cure.

Completam a lista de faixas mais animadas, o sucesso Geno com seu refrão extremamente viciante, o extraordinário cover de Chuck Wood, Seven Days Too Long, a engraçada e divertidíssima Thankfully Not Living In Yorkshire It Doesn’t Apply e o terceiro single da banda, There, There, My Dear que além de ser marcada por uma energia incrível e um refrão glorioso, é também marcada por um grande momento dos instrumentos e apresenta várias das melhores sentenças do álbum como “The only way to change things is to shoot men who arrange things“, inclusive é dela que saiu o título do álbum, tornando ela um verdadeiro clássico do grupo.

O álbum ainda apresenta uma faixa instrumental para mostrar a grande qualidade dos músicos do grupo, The Teams That Meet In Caffs. E para completar o álbum as lentas, emocionais e choradas com grande destaque de Kevin Rowland, I’m Just Looking, I Couldn’t Help If I Tried e o quarto single e único fracasso desse álbum em atingir as paradas, Keep It.

Para completar as faixas temos Love Part One que nada mais é do que uma conversa de Rowland em cima de um solo de saxofone.

Um álbum criativo, lotado de grandes músicas marcado por uma energia e vibração extremamente sedutores, fazem desse álbum um dos melhores da história da música, não é atoa que ele está listado no famoso livro 1001 Discos Para Ouvir Antes de Morrer, além de estar em 85º na lista da Q Magazine dos 100 Melhores álbuns Britânicos de Todos os Tempos e também em 98º na lista do Channel 4 dos 100 Melhores álbuns de Todos os Tempos.

Acredito que todo verdadeiro fã de música deva ouvir esse grande clássico de uma das bandas mais subestimadas da história, garanto que a tempos não ouvia um álbum tão consistente e formidável.

Dexys Midnight Runners – Searching For The Young Soul Rebels (1980)
Gênero: Soul/New Wave

01 – Burn It Down – 4:21
02 – Tell Me When My Light Turns Green – 3:46
03 – The Teams That Meet In Caffs – 4:08
04 – I’m Just Looking – 4:41
05 – Geno – 3:31
06 – Seven Days Too Long – 2:43
07 – I Couldn’t Help If I Tried – 4:14
08 – Thankfully Not Living In Yorkshire It Doesn’t Apply – 2:59
09 – Keep It – 3:59
10 – Love Part One – 1:12
11 – There, There, My Dear – 3:31

Destaques:
Burn It Down; Tell Me When My Light Turns Green; Geno; Seven Days Too Long; There, There, My Dear

DOWNLOAD

Tudo By LA

“Qualquer arquivo protegido por algum tipo de lei deve permanecer, no máximo, 24 horas em seu computador. Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apagá-lo ou comprá-lo após 24 horas. – A aquisição desses arquivos pela Internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário. Os donos, administradores e qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com a produção do blog não têm responsabilidade alguma sobre os arquivos que o usuário venha a baixar e para que irá utilizá-los”.

Sobre lavemmenamora

Aham, tou sabendo..
Esse post foi publicado em Dexys Midnight Runners e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Dexys Midnight Runners – Searching For The Young Soul Rebels

  1. Ouvi durante os 1001 discos achando que devia ser rox… 3 discos depois desanimei. airairiariar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s